O MELHOR MARCADOR dos Últimos 5 EUROPEUS (2000-2020): Onde estão agora?

De vencedores prolíficos a grandes surpresas nos nomes que ganharam o prémio de melhor marcador dos últimos 5 Europeus (2000-2020).

Alguns jogadores subiram das trincheiras para transformar as suas reputações, fundando as bases para as suas futuras carreiras. Por exemplo David Villa, então do Valência, foi o melhor marcador da Espanha, que conquistou o segundo título europeu no início do domínio do futebol em 2008, antes de se tornar o melhor marcador da liga espanhola.

Oito anos antes, Savo Milosevic deixou para trás um período tórrido no Aston Villa para ganhar o prémio de artilheiro do EURO 2020 pela seleção da Jugoslávia.

Vamos analisar então o melhor marcador dos últimos 5 Europeus, ou seja, desde 2000 até à edição 2020 que está ainda a decorrer.

EURO 2020

Horas antes do embate com a França que irá ditar ou não a qualificação para a próxima fase – eu acredito que sim – Cristiano Ronaldo está em primeiro lugar no ranking de golos e de probabilidades para vencer o prémio.

O capitão português passou a ser o melhor marcador em EUROPEUS de sempre com o seu bis frente à Hungria. Foram estes tentos que o fizeram ultrapassar Michel Platini com então 9 golos em Europeus. O português superou o francês, tendo agora 11 golos em EUROS.

Com estes números, Ronaldo está agora a apenas 2 golos de Ali Daei como melhor marcador de sempre de seleções, com 107 face aos 109 do iraniano. Será esta a primeira vez que CR7 vai ganhar uma bota de ouro no EUROPEU?

Melhor Marcador do EURO 2016: Antoine Griezmann (6 golos)

Há 5 anos atrás, Griezmann estava com poder de fogo. Por essa altura, o então pupilo de Simeone no Atlético de Madrid acabou o torneio com 6 tentos faturados, mais 3 do que qualquer outro jogador na competição.

O saldo total de golos do francês representou o maior número de golos marcados numa edição do EURO, superando os 9 golos de Michel Platini no EURO 1984.

Olivier Giroud foi quase sempre destacado como jogador alvo da linha ofensiva francesa, mas Griezmann destacou-se na função de segundo avançado, com os bleus sempre a melhorar as suas performances coletivas em função dos excelentes desempenhos individuais do principito.

O primeiro golo de Griezmann no torneio foi um cabeceamento aos 90 minutos na vitória por 2-0 sobre a Albânia, na fase de grupos e, embora Dimitri Payet tenha marcado um segundo minutos depois, o golo de Griezmann foi crucial para arrancar essa vitória.

Além dessa exibição, as suas atuações de classe mundial frente à República da Irlanda e Alemanha pavimentaram o seu caminho para conquistar a bota de ouro.

Onde está agora Antoine Griezmann?

Encontra-se ao serviço do Barcelona, depois de movimentar 130€M da Catalunha para Madrid em 2019, o francês fez 20 golos pelos blaugrana em 51 jogos na última temporada. Contudo, o seu preço de mercado tem vindo a descer, assim como a confiança dos adeptos nas suas prestações – ainda não vingou como o fez pelos colchoneros.

Melhor Marcador do EURO 2012: Fernando Torres (3 Golos)

Continuamos a análise ao melhor marcador dos últimos 5 europeus. Em 2012 foram apenas 3 golos que levaram Fernando ‘El Niño’ Torres a arrecadar o prémio de melhor marcador do EURO 2012, embora outros 6 jogadores também tivessem conseguido atingir este marco. Porém, o espanhol foi vencedor em função do seu menor número de minutos, uma vez que o avançado que se formou no Atlético de Madrid, conseguiu faturar por 3 vezes e assistir 1 em apenas 189 minutos.

Esta mesma assistência que lhe levou a assegurar o prémio surgiu ao minuto 88 no jogo contra a Itália, num passe que viria a ser concretizado por Juan Mata. Os outros 5 jogadores que também marcaram por 3 vezes no EURO 2012 foram Mário Balotelli, Dzagoev, Mario Gomez, Mario Mandzukic e Cristiano Ronaldo.

Curiosamente, o golo de El Niño na final contra a Itália, fez de Torres o primeiro jogador a marcar em duas finais de Europeus.

O ano de 2012 foi agri-doce para o avançado do Chelsea, uma vez que tinha tido uma época pouco conseguida no Liverpool, antes de se transferir para Stamford Bridge, conseguindo depois um bom desempenho no EURO 2012.

De relembrar que nesse ano, o espanhol não conseguiu marcar na Premier League entre Outubro e Março terminando a campanha com apenas 6 golos em 32 presenças na liga inglesa. No entanto, viria a ser fundamental ao ajudar o Chelsea a vencer a Liga dos Campeões marcando na meia final contra o Barcelona.

Onde está agora Fernando ‘El Niño’ Torres?

O antigo internacional espanhol, de 37 anos, que passou por clubes como Liverpool, Atlético Madrid e Milan, deixou os relvados em 2019 e longe da sua terra natal, mais precisamente no Japão ao serviço do Sagan Tosu.

Desde aí que tem sido rosto de diversas ações publicitárias em Espanha. A última bastante enigmática e que deixou mesmo água na boca aos seus fãs, isto porque anunciava o seu regresso aos relvados… Porém, tudo não passou de uma jogada de marketing da empresa “Juguettos” uma cadeia de lojas de brinquedos espanhola.

Melhor Marcador do EURO 2008: David Villa (4 Golos)

O avançado do Valência fez parte da seleção espanhola no UEFA Euro 2008, conseguindo acabar o torneio europeu com 4 golos concretizados. Estes tentos permitiram ao antigo futebolista do Real Zaragoza liderar os melhores marcadores do Euro 2008.

Numa edição em que a Espanha se viria a tornar campeã europeia, ao derrotar a Alemanha por 1-0 na final, tendo Torres marcado o golo decisivo do encontro.

Começou por deixar a desejar mas depois encarrilou e fez duas exibições impressionantes e com golos vitais para ajudar o trajeto de conquista espanhol. A sua parceria com Fernando Torres deixava qualquer defesa sobressaltada, o que tornou David Villa no avançado mais cobiçado da Europa.

Onde está agora Fernando David Villa?

David Villa é fundador e presidente da DV7 Group, uma rede de empresas ligadas ao futebol de alto rendimento com inúmeras academias e agências a nível internacional, com escritórios em Valência, Chicago e sede em Nova York.

Um autêntico homem de negócios, que se virou para a gestão desportiva, tendo agora em Maio aceite o convite do clube indiano Odisha FC para liderar e coordenar todo o departamento de futebol do clube.

Melhor Marcador do EURO 2004: Milan Baroš (5 Golos)

O avançado da República Checa, Milan Baroš, foi o melhor marcador do UEFA EURO 2004, com cinco golos.

Houve apenas uma partida em que não conseguiu marcar. E logo sendo esse encontro também o único que a República Checa não conseguiu vencer – a meia final contra a Grécia.

Ao nível de clubes, ajudou o Liverpool a vencer a UEFA Champions League em 2005. As passagens pelo Aston Villa, Lyon e Galatasaray seguiram-se com títulos conquistados nos dois últimos clubes. Terminou a carreira internacional em 2012 com 41 golos em 93 jogos, continuando depois o seu trajeto na liga doméstica do seu país pela mão do Banik Ostrava.

Onde está agora Milan Baroš?

Pendurou as botas aos 38 anos e porque o tendão de Aquiles já não o deixava treinar, tal eram as dores… Porque segundo a sua vontade continuaria mais uns anos. O avançado checo com passagens por Liverpool, Aston Villa, Lyon, Galatasaray, Antalyaspor, Mladá Boleslav e Slovan Liberec (formação) escreveu há meses o seu primeiro livro autobiográfico e não é conhecida a sua intenção profissional para o futuro próximo.

Melhor Marcador do EURO 2000: Savo Milošević (5 Golos)

Continuamos a descobrir o que é feito do melhor marcador dos últimos 5 europeus, agora no EURO 2020 que teve um pódio em que o bronze foi português e assinado por Nuno Gomes, o avançado luso faturou 4 golos no torneio, 1 dos quais mítico, o 3-2 numa remontada épica contra a Inglaterra.

O ouro e prata foram atribuídos a Savo Milošević e Patrick Kluivert respetivamente, ambos com 5 golos marcados no Euro 2000, contudo o jugoslavo fez menos um encontro que o holandês.

A excelente prestação de Kluivert durante a campanha holandesa na prova, teve o seu clímax com o hat-trick registado na vitória esclarecedora de 6-1 contra a Jugoslávia. Mas havia outro jogador vindos dos Balcãs que viria a ser a grande surpresa do torneio…

Savo Milošević foi mesmo o melhor marcador do EURO 2000 apesar de ter sido um flop no Aston Villa. O clube inglês tinha investido qualquer coisa como €4M no seu passe.

Qual não é a surpresa dos adeptos dos villans quando vêem Milošević como melhor marcador do EURO? É verdade! O atacante saltou do banco para bisar contra a Eslovénia, quando a Jugoslávia estava a perder por 3-0, conseguindo ajudar a sua seleção a empatar numa fantástica prestação. Fez menos um jogo que o holandês, venceu o prémio de melhor marcador e ainda eclipsou o seu compatriota mais sonante Predrag Mijatović. Épico!

Onde está agora Savo Milošević?

Savo Milošević deixou os relvados em 2008 ao serviço do Rubin Kasin. Quatro anos depois começou a sua carreira no treino como adjunto de Miodrag Radulovic na seleção de Montenegro. Esteve por lá apenas uns meses, e só 6 anos depois voltaria ao ativo. Nesses anos de interregno, teve bastantes prestações como ator. Algumas séries em que se destacou foram «Srpski junaci srednjeg veka» em 2020, «Od Urugvaja do Rusije» em 2018 e «Tvoje lice zvuci poznato» em 2016.

Regressa aos relvados para comandar um dos grandes da Sérvia, o Partizan de Belgrado, onde ficou 3 temporadas. Saiu na última época para o Olimpija Ljubjiliana da Eslovénia, clube onde se mantém no comando.

Ficam assim apresentado o melhor marcador dos últimos 5 Europeus, e o que respetivamente fazem atualmente nas suas vidas profissionais.

Artigos sobre o Futebol Português

Artigos sobre os 3 GRANDES

Artigos sobre a Seleção Nacional

Artigos sobre o Mercado de Transferências

Queres estar atualizado com os principais rumores do mercado de transferências nacional? Subscreve o MTL no YouTube e assiste aos vídeos diários!