Os 5 MELHORES Jogos de SEMPRE da Seleção Portuguesa

Em 2016, Portugal conseguiu o 1º troféu internacional num duelo histórico que está entre os 5 melhores jogos de sempre da Seleção Portuguesa.

Demorou mas foi… A primeira peça de prata demorou a chegar, mas a Seleção conseguiu trazê-la para terras lusitanas em 2016. Mas não foi só, Portugal ao longo do tempo, tem se envolvido em partidas memoráveis.

Nessa perspetiva vamos hoje puxar a fita atrás e recordar os 5 duelos mais históricos da Seleção Portuguesa de Futebol.

5. Portugal 2-1 Holanda (Euro 2012)

O Grupo B no Euro 2012 foi sem dúvida o Grupo da Morte, com cada lado (Alemanha, Holanda, Portugal e Dinamarca) classificado no Top 10 da FIFA na época.

Indo para a fase final, qualquer um dos quatro países ainda se podia classificar para a próxima fase, apesar do adversário de Portugal, vice-campeão da Copa do Mundo Holanda, ter zero pontos. E parecia que os holandeses finalmente iam começar a jogar no seu potencial máximo quando Rafael Van der Vaart marcou logo aos 11 minutos da partida.

Porém, a defesa portuguesa foi teimosa a partir desse momento permitindo que Ronaldo fizesse o que ele faz de melhor: frustrar e deslumbrar, fazendo duas corridas estelares que resultaram nos dois golos de que Portugal precisava para vencer e avançar como segundo classificado no grupo.

4. Portugal 3-2 Inglaterra (Euro 2000)

Foi o jogo de abertura do Euro 2000 para as duas seleções e a Inglaterra correu cedo para uma vantagem de 2-0 logo nos primeiros 18 minutos.

Mas vinte minutos depois o jogo voltou a empatar graças aos golos dos lendários Luís Figo e João Vieira Pinto. No resto do jogo, Portugal jogou como uma equipa possuída e foi Nuno Gomes quem acabaria por faturar o golo da vitória.

A recuperação histórica foi um indicativo da sorte de cada uma das seleções para o resto do torneio, com a Inglaterra a não conseguir ultrapassar sequer a fase de grupos e Portugal a chegar às meias-finais.

3. França 3-2 Portugal (Euro 1984)

Embora não tenha terminado numa vitória, a derrota de Portugal na meia-final do Euro 1984 contra a França foi uma partida incrível.

Aparecendo no seu primeiro Campeonato da Europa, Portugal mostrou um coração enorme ao longo do evento que fluía livremente. Rui Jordão igualou a vantagem inicial da França aos 74 minutos, o que levou o encontro ao prolongamento.

Depois, Jordão voltou a atacar, marcando para dar a Portugal a vantagem de 2-1. Mas não era para ser, já que a França jogou quase toda a sua seleção para o ataque, resultando em dois golos franceses em cinco minutos, significando o fim da série especial de Portugal. No entanto, pelo seu esforço, a seleção lusa estava agora no mapa do futebol mundial.

Se estás a gostas de ler este artigo, tenho a certeza que também vais adorar ver o vídeo que surgiu deste guião.

Podes ver aqui em baixo ou no canal YouTube do MTL: Os 5 MELHORES Jogos de SEMPRE da Seleção Portuguesa.

2. Portugal 5-3 Coreia do Norte (Mundial 1966)

A Coreia do Norte foi a grande surpresa do Mundial 1966, entrando no torneio sob uma nuvem de mistério e como principal outsider a vencer o torneio, com probabilidades a rondar os 1.000: 1. Mas, inesperadamente conseguiu orquestrar um empate no seu segundo jogo da fase de grupos contra o Chile e surpreendentemente derrotou a Itália por 1-0 para avançar para a fase a eliminar contra Portugal.

Apesar de estar invicta na fase de grupos, a Coreia do Norte fechou Portugal no primeiro tempo e aparentemente encerrou o jogo nos primeiros 25 minutos, conseguindo um placar favorável de 3-0.

Porém Eusébio é lenda por um motivo e os quatro golos que marcou nessa partida justificam isso mesmo. José Augusto acrescentou um quinto e a recuperação dramática permitiu a Portugal avançar para as meias-finais. Digno de um filme!

1. Portugal 1-0 França (Euro 2016)

A caminho do Euro 2016, Portugal já tinha chegado quatro vezes às meias-finais no Euro e as quatro vezes não tinha conseguido levantar o Troféu Henri Delaunay. E várias vezes no Euro 2016 parecia que ia ser o caso novamente, já que o jogo de Portugal na fase de grupos parecia sem inspiração.

Após três empates, acabaria por avançar só mesmo pelo novo formato ampliado do Euro, tendo terminado na terceira posição do Grupo F.

Mas como qualquer campeão, a Seleção continuou sempre a tentar encontrar uma maneira de vencer, empatando por 1-0, 1-1 (5-3 no GP) e vitórias por 2-0 nos oitavos de final (Croácia), quartos-final (Polônia) e meias-finais (País de Gales). Portugal era outsider contra a anfitriã França, que nunca tinha experimentado nada além da vitória ao defrontar Portugal em jogos oficiais.

Apesar de ter perdido Cristiano Ronaldo na primeira parte, o que parecia ser um sinal de desgraça, Portugal voltou a encontrar o caminho para o prolongamento, onde o suplente Éder se tornou numa lenda improvável. Com um remate a 25 metros da baliza, a bola acertou nas redes laterais e Portugal conquistou o seu primeiro grande troféu internacional.

Certamente não foi a atuação portuguesa mais emocionante, mas em termos de significância não houve momento maior na história do futebol português.

Artigos sobre o Futebol Português

Artigos sobre os 3 GRANDES

Artigos sobre a Seleção Nacional

Artigos sobre o Mercado de Transferências

Queres estar atualizado com os principais rumores do mercado de transferências nacional? Subscreve o MTL no YouTube e assiste aos vídeos diários!